slots emulator 777

PF intima Guilherme Boulos por mensagem sobre Bolsonaro

Corporação abriu inquérito com base na Lei de Segurança Nacional

PF intima Guilherme Boulos por mensagem sobre Bolsonaro
O ex-candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL-SP) foi intimado pela Polícia Federal (PF) a prestar depoimento em um inquérito aberto com base na Lei de Segurança Nacional (LSN), em decorrência de uma mensagem que publicou no Twitter sobre o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

A informação foi confirmada por Boulos, nesta 4ª feira (21 abr.), nas redes sociais. Se referindo ao inquérito, ele escreveu ainda que a "perseguição deste governo não tem limites". Na sequência, concluiu: "Não vão nos intimidar!".
 

Em nota, o político do PSOL e líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), que concorreu ao cargo de prefeito da capital paulista em chapa formada com a deputada federal Luiza Erundina (PSOL-SP), afirmou que foi surpreendido pela intimação e que a abertura do inquérito ocorreu a mando do Ministério da Justiça e Seguraça Pública por "supostamente ter cometido um 'crime contra a segurança nacional' ao fazer um comentário sobre Bolsonaro no Twitter há exatamente um ano".

Em 20 de abril de 2020, após o presidente dizer "Eu sou a Constituição" durante um evento, Boulos tuitou: "Um lembrete para Bolsonaro: a dinastia de Luís XIV terminou na guilhotina...".
 
 

O político pontuou que prestará o depoimento na sede da PF em São Paulo, no dia 29 de abril. "Seguirei cada vez mais determinado na oposição a Bolsonaro, fazendo todas as críticas a ele e a seu governo de forma pública e direta", disse também no comunicado divulgado.



Veja a nota de Guilherme Boulos na íntegra:


NOTA PÚBLICA
Sobre a intimação recebida por Guilherme Boulos para depor em inquérito da PF com base na Lei de Segurança Nacional

Fui surpreendido com uma intimação para depor em um inquérito aberto pela Polícia Federal, a mando do Ministério da Justiça, por supostamente ter cometido um "crime contra a segurança nacional" ao fazer um comentário sobre Bolsonaro no Twitter há exatamente um ano.

Tornei-me, assim, mais um dos opositores ao bolsonarismo a ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional, este resquício da ditadura que vem servindo ao governo para perseguir e tentar calar aqueles que denunciam suas ações imorais e ilegais.

Chega a ser irônico que eu esteja sendo alvo de um inquérito policial por suspeita de ter ameçado o presidente ao ter feito um comentário rebatendo uma frase proferida por Bolsonaro ("Eu sou a Constituição!") a qual, ela sim, representa uma ameaça às instituições e à ordem constitucional no nosso país. 

Prestarei depoimento na próxima quinta-feira, dia 29, na sede da PF em São Paulo.

Seguirei cada vez mais determinado na oposição a Bolsonaro, fazendo todas as críticas a ele e a seu governo de forma pública e direta. Não vamos aceitar intimidações. Não vão nos calar.

Guilherme Boulos
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
brasil
guilherme boulos
psol
inquérito
intimação
polícia federal
jair bolsonaro
mensagem
prefeitura
são paulo
twitter

Últimas notícias

Em carta, Milei diz a Lula que não vai entrar no Brics

Em carta, Milei diz a Lula que não vai entrar no Brics

Ofício também foi enviado para presidentes de outros países do bloco, como Rússia, Índia, China e África do Sul
Contribuintes poderão pagar dívidas com a Receita até sem juros e multas

Contribuintes poderão pagar dívidas com a Receita até sem juros e multas

'Autorregularização' permite aos devedores quitarem débitos não declarados; veja condições
O que se sabe sobre a saúde de Michael Schumacher 10 anos após acidente

O que se sabe sobre a saúde de Michael Schumacher 10 anos após acidente

Família mantém segredo sobre estado do piloto desde a queda de esqui que o deixou gravemente ferido na França
Maduro reforça tropas após envio de navio de guerra britânico à Guiana

Maduro reforça tropas após envio de navio de guerra britânico à Guiana

“Acreditamos na diplomacia, no diálogo e na paz, mas ninguém vai ameaçar a Venezuela”, afirmou o presidente venezuelano
Veja os números mais sorteados na Mega da Virada; e os menos

Veja os números mais sorteados na Mega da Virada; e os menos

Premiação de R$ 570 milhões será a maior da história; sorteio acontece no próximo domingo
Mapa Mundi: veja retrospectiva internacional de 2023

Mapa Mundi: veja retrospectiva internacional de 2023

Ano foi marcado por conflitos como a guerra entre Israel e Hamas e agendas do presidente Lula no exterior
Soldados da PM e do Bope são suspeitos de matar dois homens em situação de rua

Soldados da PM e do Bope são suspeitos de matar dois homens em situação de rua

Crime bárbaro foi registrado em Rondonópolis (MT). Outras duas pessoas também foram atingidas
Figo é o destaque da semana no atacado da CEAGESP

Figo é o destaque da semana no atacado da CEAGESP

Na última semana do ano, confira alguns do alimentos mais procurados nessa época e quais estão com tendência favorável de compra
Avião Espacial ultrassecreto dos EUA é lançado com ajuda da SpaceX

Avião Espacial ultrassecreto dos EUA é lançado com ajuda da SpaceX

X-37B inicia sua sétima missão ao espaço a 35 mil km acima da Terra, explorando novos regimes orbitais e testando tecnologias de reconhecimento espacial
Principal central sindical da Argentina convoca greve geral contra Milei

Principal central sindical da Argentina convoca greve geral contra Milei

Confederação Geral do Trabalho (CGT) pretende parar no dia 24 de janeiro
slots emulator 777 Mapa do siteslots emulator 777 Mapa do site