esportenet.bet

Em 2023, BYD e Tesla venderam juntos 35% dos veículos elétricos no mundo

Volkswagen, Geely-Volvo e SAIC brigam para dominar o mercado em crescimento

Em 2023, BYD e Tesla venderam juntos 35% dos veículos elétricos no mundo
Publicidade

No ano passado os veículos elétricos ganharam a atenção do consumidor com seus benefícios e alta tecnologia a disposição. Os elétricos ganharam bastante espaço, principalmente pelas montadoras chinesa BYD e norte-americana Tesla, que juntas dominam 35% do mercado.

+ Confira as últimas notícias de Tecnologia

Segundo o site especializado InsideEV, em 2023, cerca de 13,7 milhões de veículos plug-in foram vendidos em todo o planeta, representando 16% das vendas totais de carros.

Os veículos totalmente elétricos somam 9,5 milhões de unidades vendidas, ou 11% de todas as comercializações.

BYD lidera em veículos plug-in

BYD Seal é um sedã coupe elétrico da marca chinesa | Divulgação/BYD
BYD Seal é um sedã coupe elétrico da marca chinesa | Divulgação/BYD

Na categoria plug-in, que combina carros elétricos a bateria (BEV) e carros híbridos plug-in (PHEV), a chinesa BYD segue líder no setor, com mais de 3 milhões de unidades emplacadas, subindo sua participação para 22%, contra 18% em 2022.

Já a norte-americana Tesla está na segunda colocação, com mais de 1,8 milhão de unidades vendidas, cuja participação fica em 13,2%, superior aos 13% de 2022.

No mercado total de plug-ins as duas fabricantes somam 35,2% do mercado total de veículos plug-ins. Alta de 3,8% em comparação com 2022.

Confira abaixo o ranking de vendas de EV plug-in em 2023:

  1. BYD: 3.012.070 (22%)
  2. Tesla: 1.808.652 (13,2% de participação)
  3. Volkswagen: 994.403 (7,3% de participação)
  4. Geely-Volvo: 925.111 (6,8% de participação)
  5. SAIC (incluindo SAIC-GM-Wuling): 791.521 (5,8% de participação)

Já em relação à veículos elétricos a bateria (BEVs) o cenário se inverte entre as duas maiores montadoras de elétricos.

Tesla lidera em veículos a bateria (BEV)

Tesla Model S Plaid considerado um dos mais velozes do mundo | Divulgação/Tesla
Tesla Model S Plaid considerado um dos mais velozes do mundo | Divulgação/Tesla

A Tesla lidera com 1,8 milhão de veículos vendidos em 2023, com 19,1%, contra 18,2% em 2022.

E a chinesa BYD encosta na montadora de Elon Musk, em segundo lugar com 1,5 milhão de unidades vendidas e participação de 16,5%, contra 12,6% em 2022.

Neste segmento de tecnologia ambas montadoras também 'mordem' 35,6% do mercado de BEV. Alta de 5,2% em relação a 2022.

Outra montadora chinesa, a SAIC (incluindo SAIC-GM-Wuling), fica na terceira colocação, com 748.159 unidades (7,9% de participação).

A alemã Volkswagen vem na sequência (7,8% de participação, com 742.703) e, depois, a montadora sino-sueca Geely-Volvo vem com 589.932 veículos vendidos (6,2% de participação).

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Tecnologia
Carro
Tesla
BYD
China
Estados Unidos

Últimas notícias

Filho 04 de Bolsonaro, Jair Renan é indiciado por lavagem de dinheiro

Filho 04 de Bolsonaro, Jair Renan é indiciado por lavagem de dinheiro

Inquérito da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e trata do uso de documento falso para obter empréstimo
Principal causa de morte no Brasil, AVC matou 109,5 mil pessoas no país em 2023

Principal causa de morte no Brasil, AVC matou 109,5 mil pessoas no país em 2023

Em média, 303 brasileiros morreram por dia em consequência de acidente vascular cerebral no ano passado
Bolsonaro diz que enviou R$ 800 mil aos EUA por ter 'dúvidas' sobre economia brasileira

Bolsonaro diz que enviou R$ 800 mil aos EUA por ter 'dúvidas' sobre economia brasileira

Em vídeo divulgado nas redes sociais, ex-presidente confirmou transferência e destacou que 'não é crime'
Golpe de Estado: Empresários estimularam Bolsonaro a 'virar o jogo' após derrota nas urnas, diz PF

Golpe de Estado: Empresários estimularam Bolsonaro a 'virar o jogo' após derrota nas urnas, diz PF

Áudio de Mauro Cid revela conversa de Meyer Nigri, da Tecnisa, e Luciano Hang, da Havan, com o ex-presidente, que ocorreu no dia 7 de novembro de 2022
Ação de Israel em hospital da Faixa de Gaza deixa 1 morto e 10 feridos

Ação de Israel em hospital da Faixa de Gaza deixa 1 morto e 10 feridos

Exército israelense afirmou ter informações de que Hamas manteria reféns na unidade de saúde
Suspeita de negligência: No DF, mulher com dengue morre após atendimento médico

Suspeita de negligência: No DF, mulher com dengue morre após atendimento médico

Paciente foi atendida em tenda, diagnosticada e medicada. Com a piora dos sintomas, procurou uma UPA e, mesmo depois de ter desmaiado, foi liberada
O que esperar da vacina nasal contra a covid, que está em estudo

O que esperar da vacina nasal contra a covid, que está em estudo

Pesquisa da Academia Chinesa de Ciências em Pequim foi publicada na revista científica Nature
Fim do carnaval: busca por emprego aumenta até 70% em centros de recrutamento

Fim do carnaval: busca por emprego aumenta até 70% em centros de recrutamento

As maiores contratações foram nos setores de Serviço, Comércio e Construção Civil. São Paulo lidera a lista
O que se sabe sobre a arma russa denunciada pelos EUA

O que se sabe sobre a arma russa denunciada pelos EUA

Segundo a Casa Branca, armamento 'preocupante' foi desenvolvido pela Rússia, mas ainda não está operacional
STF deve rejeitar pedido de Bolsonaro para que Moraes deixe de julgá-lo

STF deve rejeitar pedido de Bolsonaro para que Moraes deixe de julgá-lo

Cerca de 200 pedidos de suspeição serão analisados por Barroso. Ministros nunca declararam colegas impedidos de participarem de julgamentos
Publicidade
Publicidade
esportenet.bet Mapa do site